quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Encontros e desencontros




Quando é difícil dizer
resta ao corpo não conter
por gesto a palavra quieta,
por modos a paixão disperta.

Quando é raro se dar
é necessário aproximar
por olhos nossas faces
por cheiro nossos disfarces.

Mas nada é difícil ou raro
quando no disparo
dum coração acelerado
se reconhece o ser amado.

Se bem assim for impossível
de ser aberto ou indizível
então não é amor o acontecido
mas, no corpo, gesto perdido.
.
.
.

Um comentário:

  1. Poesia sempre faz bem à alma. Um gde abraço vegano e continue escrevendo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...